MARAVILHAS MILIONÁRIAS: CINCO FERRARIS NA NOSSA LISTA DE DESEJOS

Os leilões anuais de carros clássicos em Monterey, Califórnia, realizados no período do Concours d’Elegance de Pebble Beach e eventos relacionados nunca deixa de apresentar veículos chamativos. Nesse ano, a RM Sotheby’s possui um conjunto ainda mais incrível de Ferraris clássicas que irão a leilão, todas dos anos 1950 e 1960, a Era de Ouro da montadora.

O evento ocorre de 15 a 17 de agosto no Monterey Conference Center. Os carros destacados por nós “representam alguns dos modelos mais raros da história de 70 anos da marca”. Eles integram o grupo de mais de 150 automóveis que a RM Sotheby’s vai vender nesse final de semana. 

“Nossa venda em Monterey tem associada a algumas das Ferraris mais importantes e raras já produzidas e 2019 mantém essa tradição”, diz Gord Duff, chefe global de Leilões da companhia. Aqui estão as cinco peças que vão acelerar seu coração:


Ferrari 250 SWB California Spider 1962

Darin Schnabel
Darin Schnabel

O penúltimo exemplar produzido e o único SWB California Spider que nunca foi restaurado. “Sem dúvida, o exemplar mais original e bem preservado no mundo”, diz a RM. O dono anterior, George Carrick, utilizou o carro como inspiração apra seu livro The Spyder California, um dos primeiros livros sobre um modelo particular da Ferrari já publicado. O carro só teve quatro donos nos últimos 50 anos, passou 25 anos com Carrick e possui o certificado Ferrari Classiche. Preço estimado: US$ 10,5 milhões a US$ 13 milhões.


Ferrari 196 SP 1962

Darin Schnabel
Darin Schnabel

O último de seis exemplares feitos, esse carro foi pilotado por Luigi Chinetti nas 12 horas de Sebring de 1962 e garantiu o terceiro lugar à North American Racing Team. Depois, ele teve uma carreira de sucesso em corridas na América do Norte, alcançando seis pódios em cerca de 20 corridas. Os carros SP foram os primeiros protótipos de meio motor da Ferrari e fazem parte da evolução da marca. É qualidade de concurso com capacidade de corrida. Preço estimado: US$ 8 milhões a US$ 10 milhões.


Ferrari 375 MM Coupe Speciale 1955

Darin Schnabel
Darin Schnabel

Esse 375 MM, chassi número 0476 AM, é a última Ferrari com carroceria Ghia. Um dos quatro 375 MM Berlinettas com carroceria especial, o carro foi montado em um chassi para corridas e estrou no Salão de Turim de 1955, no estande da Ghia. Finalizado com sua configuração e interior originais, o 375 MM também possui o certificado Ferrari Classiche. Preço estimado: US$ 5 milhões a US$ 7 milhões.


Ferrari 225 Sport Spider 1952

Darin Schnabel
Darin Schnabel

Um dos 12 exemplares com carroceria Vignale Spider, esse carro foi utilizado nas 9 horas de Goodwood e terminou em terceiro lugar. No Daily Mail International Trophy, foi o quatro na classificação geral. O 225 depois foi vendido para a Argentina onde também obteve sucesso em corridas em meados dos anos 1950. Passou quase as duas últimas décadas com o mesmo dono e é um dos três modelos Ferrari elegíveis para os quatro principais eventos de corrida para carros vintage: Tour Auto, Le Mans Classic, Mille Miglia e Monaco Grand Prix Historique. Preço estimado: US$ 4 milhões a US$ 5 milhões.


Ferrari 250 GT SWB Berlinetta 1962

Patrick Ernzen
Patrick Ernzen

Por último, mas não menos importante, esse é um dos 40 SWB Berlinettas com carroceria em aço e foi um modelo disponibilizado apenas para os principais clientes da Ferrari na época. “A apresentação de um dos mais excepcionais 250 GT SWB em um leilão é algo quase sem precedentes”, diz Shelby Myers, especialista em carros e chefe de Vendas Privadas da RM Sotheby’s. “O 250 SWB é considerado por muitos ferraristas como um dos designs mais elegantes criado em Maranello. Junte isso ao fato de ser extremamente bem balanceado e possuir muita potência e ele representa a epítome da produção automobilística italiana dos anos 1960”. Preço estimado: US$ 8 milhões a US$ 10 milhões.

0 Comentários

Cancel