Napa é ótima, mas não é única. Então, quais os melhores locais para visitar se você é fã de vinhos? Para responder, chamamos Joan Roca para nos ajudar. Como cofundador do serviço de viagens de luxo Essentialist, ele sabe quais os principais destinos do mundo e nos contou três locais para curtir um vinho que são originais e interessantes.


Vale de Guadalupe, Baja California, México

Quando visitar? “Qualquer época do ano já que a região tem temperatura moderada – o verão pode ser um pouco quente – mas recomendo uma imersão na cultura local durante o Valle Food and Wine Festival em outubro”.

Corazón de Tierra
Corazón de Tierra

Por que está fora do radar? “Embora o Vale de Guadalupe – apenas a 90 minutos ao sul de San Diego – seja conhecido pelos fãs de comida, a região ainda é subestimada em relação a destinos mais populares da Califórnia como Santa Barbara e Napa Valley. Vale dizer que a região de Baja California produz 70% dos vinhos mexicanos, que podem ser melhor apreciados nas mais de 100 vinícolas da ‘Rota do Vinho’ do vale”.

Quais os melhores vinhos da região? “Tintos e brancos encorpados de uvas como Nebbiolo, Cabernet Franc, Merlot e Chardonnay”.

Onde ficar? “Bruma – uma vinícola e hotel com oito quartos espetaculares e um restaurante excepcional, o Fauna, que conta com um menu diário preparados pelo chef David Castro Hussong e sua talentosa equipe”.


Finger Lakes, New York

Standing Stone Vineyards
Standing Stone Vineyards

Quando visitar? “No final do verão/setembro/outubro ou no final da primavera para passeios pelos vinhedos. Dito isso, qualquer época é perfeita para visitar os bares de vinho da região assim como conhecer a gastronomia local”.

New York? Como ainda não faz sucesso? “Os vinhos da região de Nova York são normalmente descreditados em comparação a vinhos de outras regiões do mundo. No entanto, Finger Lakes tem produzido varietais cinco estrelas por décadas e os nova-iorquinos estão começando a se interessar”.

Que tipos de vinhos vou encontrar? “Brancos e tintos borbulhantes, que incluem Riesling, Chardonnay e Pinot Noir”.

Qual o seu lugar favorito na área? Ravinous Kitchen, que oferece uma experiência da fazenda para a mesa com pratos sazonais inovadores cuidadosamente harmonizados com vinhos da vinícola artesanal Ravines Wine Cellar”.


Moravia, República Tcheca

Bokovka
Bokovka

Quando visitar? “Dias de sol moderado são mais comuns no final do verão e setembro embora turistas que queiram mergulhar na cultural local devem visitar a cidade durante a Semana do Vinho de Praga, que acontece no final de janeiro. Na primavera, fãs de vinho podem comparecer ao festival Praha Pije Vino, foca em vinhos naturais da Morávia”.

A República Tcheca não é conhecida pela cerveja? “Sim, a Morávia faz parte de um país conhecido mais pela cerveja que pelas uvas, mas essa área tem produzido vinho sem muito alarde desde os dias do Império Romano e vem ganhando popularidade após anos de crescimento no investimento e refinamento da indústria local de vinho”.

Que tipo de vinhos vou encontrar? “Variedades locais de uvas que produzem vinhos brancos tais como Gruner, Veltliner e Muller-Thurgau, assim como tintos de Frankovka, plantado na Europa Central”.

Alguma dica secreta para a viagem? “Recomendo uma ida à capital do país, Praga, seguida de uma viagem pela estrada através da Morávia até chegar na Áustria para provar ainda mais vinhos”.

0 Comentários

Cancel